Carreira aérea Bragança/Vila Real/Lisboa com nova operadora

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

Carreira aérea Bragança/Vila Real/Lisboa com nova operadora

Mensagem por fap22 » segunda jan 12, 2009 6:00 pm

A transportadora Aero Vip assegura desde hoje e durante três anos a carreira aérea Bragança/Vila Real/ Lisboa, ao abrigo d eum contrato público de concessão subsidiado pelo Estado.

A empresa foi a única concorrente ao concurso público para a concessão da carreira aérea que lhe confere um subsídio anual que ronda os dois milhões de euros e é variável conforme a taxa de ocupação.

Quantos mais passeiros viajarem nesta linha menor é a comparticipação estatal.

Ainda assim a Aero Vip inicia o serviço com a expectativa de superar a actual taxa de ocupação que ronda, em média, metade da capacidade do avião com menos de 20 lugares.

De acordo com o serviço de Relações Públicas da empresa de transportes aéreos, a carreira aérea transmontana constitui "uma nova etapa" para a Aero Vip, que nos seus 10 anos de experiência opera pela primeira vez de forma regular.

A empresa faz parte do Grupo 7 Air, um dos maiores grupos aeronáuticos em Portugal, com serviços de voos charters e turísticos, trabalho aéreo de publicidade e fotografia, entres outros.

Dispõe ainda de uma escola e loja de aviação e um serviço de aluguer de aeronaves, de acordo com informação da empresa.

A Aero Vip substitui, desde hoje, na carreira aérea transmontana a Aeronorte, que voou nos últimos nove meses ao abrigo de uma concessão provisória, depois de ter sido retirada a licença à anterior operadora, a Aerocondor.

Esta carreira aérea tem sido marcada pela irregularidade dos voos, uma situação que a nova operadora promete alterar.

"Apostando na qualidade e disponibilidade, com uma frota adequada de aeronaves com tripulação nacional, formada no seu centro de instrução", assegura a fonte da empresa.

Ao abrigo do contrato público de concessão mantêm-se as mesmas condições na carreira aérea com quatro viagens diárias, duas em cada sentido e o mesmo preço nos bilhetes, cerca de 120 euros Bragança/Lisboa, ida e volta

Fonte: lusa


Responder