Administração e pilotos da TAP voltam a reunir-se

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
Rasgaceus
Oficial
Oficial
Mensagens: 162
Registado: segunda out 06, 2008 12:00 am

Administração e pilotos da TAP voltam a reunir-se

Mensagem por Rasgaceus » quinta out 22, 2009 10:55 am

A TAP e o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) voltam esta semana a encontrar-se, «em clima de paz», pela segunda vez desde que decidiram retomar as negociações, disse fonte próxima do processo à agência Lusa.
A primeira reunião - depois de a 7 de Outubro terem chegado a acordo para voltarem a sentar-se à mesa, o que não acontecia desde Julho, antes da greve que agravou o conflito laboral - aconteceu a meio da passada semana e «com bastante serenidade», disse à Lusa a mesma fonte.

O segundo encontro estava marcado para esta terça-feira, mas por questões de agenda foi adiado, sendo que deverá acontecer esta quinta ou sexta-feira. Em cima da mesa voltam a estar «questões técnicas», com o objectivo final de levar à revisão do Acordo de Empresa (AE).

Contactados pela Lusa, tanto os pilotos como a TAP, escusaram-se a fazer comentários.

Recorde-se que os pilotos da TAP decidiram avançar com uma greve de dois dias, a 24 e 25 de Setembro, devido, segundo o SPAC, ao «impasse» no processo de revisão do AE e ao «descontentamento» com a gestão do presidente-executivo da transportadora, Fernando Pinto.

Já a TAP, disse, na altura, à agência Lusa que em causa estavam reivindicações de «800 pilotos» da companhia que representam «um aumento de encargos de 11,5 milhões de euros» para a companhia aérea.

A TAP que encerrou o primeiro semestre com prejuízos de 72,4 milhões de euros, diz que a paralisação custou 10 milhões de euros aos cofres da companhia.


Responder