Aviação: Air Asia vai abrir três novas rotas para Macau em 2

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

Aviação: Air Asia vai abrir três novas rotas para Macau em 2

Mensagem por fap22 » sexta jan 25, 2008 10:24 pm

Macau, China, 25 Jan (Lusa) - A low-cost Air Asia vai abrir em 2008 três novas rotas entre Macau e Phuket e Chiang Mai, na Tailândia, e Jacarta, na Indonésia, disse hoje à agência Lusa o administrador da companhia, Tony Fernandes.

Falando à margem da cerimónia de condecorações por ocasião do oitavo aniversário de Macau como Região Administrativa Especial da China, onde recebeu o título honorífico de prestígio, Tony Fernandes explicou que as novas rotas serão efectuadas diariamente com Phuket a abrir em Maio, Jacarta em Junho e Chiang Mai em Outubro ou Novembro.

Actualmente, a Air Asia liga Macau a quatro destinos na Malásia - Johor Bahru, Kota Kinabalu, Kuala Lumpur e Kuching - e à capital tailandesa, muito embora a partir Kuala Lumpur, os passageiros da companhia possam escolher multiplos destinos, incluindo Londres, operações que no caso de voos de longo curso são efectuados pela Air Asia X.

Apesar do sucesso da companhia, que realiza diariamente várias ligações de e para Macau, Tony Fernandes criticou, no entanto, o monopólio detido pela Air Macau que "inviabiliza a expansão do mercado e a abertura de novas rotas".

O mesmo responsável disse também ter tentado "durante meses criar uma companhia aérea em Macau, mas a filosofia completamente diferente dos responsáveis da Air Macau inviabilizou, pelo menos por agora, o projecto".

"Temos uma cultura diferente e eles com os direitos que possuem em Macau terão sempre de aceitar a entrada de concorrência que, na minha opinião, só iria beneficiar o mercado a abrir novas oportunidades de escolha", afirmou


Responder