accionista da Vueling confirma conversações com a Clickair

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

accionista da Vueling confirma conversações com a Clickair

Mensagem por fap22 » terça jan 29, 2008 4:47 pm

comunicado enviado à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) em Espanha, a Inversiones Hemisferio refere que "está a analizar, como realiza habitualmente com os seus investidores, todas as possíveis operações que contribuam para aumentar o valor da Vueling Airlines".

"Neste sentido, participamos-lhes a existência de conversações com accionistas de várias companhias del sector, entre elas a Clickair, sem que exista acordo ou compromisso algum", afirma no documento.

Estas declarações surgem no seguimento da notícia avançada pelo jornal espanhol 'Expansión', na sua edição de hoje, que refere que a Clickair e a Vueling se encontram em negociações para uma eventual fusão, que daria lugar à terceira maior transportadora aérea espanhola, com mais de 10,7 milhões de passageiros.

A Inversiones Hemisferio emitiu este comunicado logo após a informação enviada à entidade reguladora dos mercados em Espanha pela própria Vueling, em que garante que o seu Conselho de Administração nunca tratou do referido assunto em alguma ocasião, e que "nenhum membro da sua equipa de direcção estabeleceu nenhum tipo de negociações" com a sua rival Clickair.

A CNMV decidiu levantar, com efeitos a partir das 12h15, a suspensão cautelar decidida hoje, da negociação dos títulos da Vueling Airlines, "como consequência de ter sido colocada à disposição do público informação suficiente das circunstâncias que aconselharam à adopção do acordo de suspensão".


Responder