Falha faz avião parar na grama em MG

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

Falha faz avião parar na grama em MG

Mensagem por fap22 » domingo fev 03, 2008 11:39 pm

Um Boeing 737-300 da empresa Webjet Linha Aéreas foi parar na grama depois de pousar no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, Região Metropolitana de Belo Horizonte, por volta de 7h20 da manhã deste domingo. No total, 60 passageiros e sete tripulantes estavam na aeronave, que decolou do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro. Ninguém ficou ferido.

A companhia aérea divulgou que “ocorreu uma falha no sistema direcional do avião” durante o taxiamento. O motivo da falha não foi informado. A Webjet nega que parte do trem de pouso do Boeing tenha sido danificada durante o pouso.

Segundo a empresa, a aeronave foi devidamente inspecionada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac ) e já foi liberada para prosseguir as operações.

De acordo com a Infraero , empresa que administra os aeroportos do país, informou que não houve dano aparente na aeronave.

Por causa do incidente, a pista do aeroporto ficou interditada por duas horas, o que provocou atraso em alguns vôos. As operações de pouso e decolagem foram liberadas após a retirada da aeronave.

Leia a nota oficial da empresa:

"Em nota oficial, a Webjet Linhas Aéreas esclarece que o incidente ocorrido hoje pela manhã no Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, com aeronave do vôo Nº 6726, procedente do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, foi rapidamente superado.

A empresa confirma que, durante o taxiamento, ocorreu uma falha no sistema direcional do avião, que saiu com uma de suas rodas da pista – os passageiros nada sofreram. A aeronave foi devidamente inspecionada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e, a seguir, prontamente liberada para prosseguir suas operações, dessa vez rumo a Salvador, Recife e Maceió."


Responder