Japão acusa Rússia de violar espaço aéreo

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

Japão acusa Rússia de violar espaço aéreo

Mensagem por fap22 » domingo fev 10, 2008 2:43 am

O Ministério da Defesa nipónico revelou que um avião russo Tupolev 93 terá violado o seu espaço aéreo na região do arquipélado de Idzu às 7h30 de sábado (22h30 de sexta-feira em Portugal).

A Força Aérea japonesa fez levantar 24 aviões, entre os quais caças F-15 e aviões de reconhecimento AWACS.

Segundo os militares japoneses, o piloto do avião russo, que esteve no espaço aéreo durante três minutos, não respondeu ao aviso lançado pelos aparelhos nipónicos e regressou à Rússia.

O último incidente do género teve lugar em Janeiro de 2006, quando um avião de transporte militar russo foi detectado por radares nipónicos nos céus da ilha de Hokaido.

No entanto, o coronel Alexandre Drobichevski, porta-voz da Força Aérea da Rússia, desmentiu as acusações das autoridades militares nipónicas.

"Os aviões da Força Aérea da Rússia realizaram uma tarefa previamente traçada. O espaço aéreo do Japão não foi violado. Os voos dos aparelhos da aviação estratégica decorreram em conformidade com o plano e realizados em rígida conformidade com as regras internacionais de utilização do espaço aéreo sobre águas neutras, não violando as fronteiras de outros Estados", declarou o coronel Drobichevski.

O centro de comando das forças aérea e de defesa anti-aérea do Extremo Oriente russo anunciara antes que "não estava planeada a realização de voos no fim de semana".

Os bombardeiros estratégicos, um dos quais é acusado pelas autoridades japonesas de ter violado o seu espaço aéreo, retomaram os voos (suspensos em 1992) nos céus dos oceanos Pacífico e Atlântico em Agosto de 2006.


Responder