Nova reunião negocial falhou, greves na Groundforce mantêm-s

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

Nova reunião negocial falhou, greves na Groundforce mantêm-s

Mensagem por fap22 » sexta jul 11, 2008 9:44 am

As cinco estruturas representativas dos trabalhadores da Groundforce, empresa de assistência em terra nos aeroportos, voltaram hoje a reunir-se com a administração da empresa sem chegarem a um acordo que evite as greves, informou fonte sindical.

Foi a terceira reunião negocial numa semana, sem que tivesse sido alcançado um acordo, disse à Agência Lusa André Teives, porta-voz do Sindicato dos Técnicos de Handling de Aeroportos, uma das cinco estruturas que hoje à tarde estiveramn reunidas com a administração da empresa.

"Enquanto não se verificarem as condições mínimas, as greves mantêm-se", declarou o sindicalista, após a reunião durante a tarde, acrescentando que, por enquanto, não estão agendadas novas reuniões.

Os sindicatos iniciaram a 01 de Julho um mês de protesto contra alegadas violações do Acordo de Empresa e transferência de serviços da Groundforce para a TAP, sua accionista, com paralisações parciais, uma concentração quarta-feira e uma greve de 24 horas (dia 19).

A paralisação total do dia 19 abrangerá o serviço de assistência a passageiros nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Porto Santo.

Nas restantes iniciativas, o Sindicato dos Técnicos de Handling de Aeroportos não está representado, por não ter entregue atempadamente o pré-aviso, segundo André Teives.

LUSA


Responder