Bombardier anuncia novo jato, o C SERIES

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

Bombardier anuncia novo jato, o C SERIES

Mensagem por fap22 » domingo jul 13, 2008 7:25 pm

A indústria canadense Bombardier apresentou neste domingo, o C Series, um jato com capacidade entre 110 e 130 passageiros e que deverá operar a partir do ano de 2013. O anúncio do lançamento foi feito na véspera da feira de aviação de Farnborough, na Inglaterra e a companhia informou que a montagem do novo avião será feita Mirabel, perto de Montreal. As asas serão fabricadas em Belfast, Irlanda do Norte, e a fuselagem na China, por meio de um acordo com a estatal chinesa AVIC I.
O primeiro lance de pedidos já foi feito, segundo a Bombardier. ALufthansa, cliente antiga da Bombardier, encomendou provisoriamente 30 aviões com opção para mais 30,.O CSeries terá o preço inicial de US$ 46,7 milhões por unidade.
Para o presidente-executivo da Bombardier, Pierre Baudouin, o novo equipamento vai \"revolucionar\" o segmento de aeronaves de 100 a 149 passageiros por causa da eficiência no consumo do combustível Segundo o executivo, trata-se de um mercado que vem sendo desconsiderado pelas gigantes Boeing e Airbus, e que significa ‘apenas’ meio trilhão de dólares.
O CSeries vai competir com a versão menor do Boeing 737, com a família A320 da Airbus e também com o ER195 da Embraer, na substituição de aviões antigos como os MD-80.
A família CSeries, terá dois modelos, com 110 e 130 assentos respectivamente, e promete consumir 20% menos combustível por viagem que o rival mais próximo da Embraer
Para especialistas internacionais, porém, a a Embraer vai preferir concentrar sua rivalidade comercial em jatos executivos do que seguir a Bombardier no grande mercado de aviões comerciais
TURIS


Responder