Greve de pilotos força Lufthansa a cancelar quase mil voos..

Aqui ficam as notícias que irão aparecer na página inicial do site.

Moderadores: ATC, Comandante

Regras do Fórum
Como colocar uma notícia no FSP:
TÍTULO - Colocar um título que descreva o conteúdo da notícia.
IMAGEM - Coloque o link para uma imagem pequena(200x200) ex: [imgfloat=left]http_url_da_imagem_jpg[/imgfloat].
CONTEÚDO - Coloque o conteúdo da Notícia (cerca de 400 caracteres) e se quiser coloque mais algumas imagens.

ATENÇÃO:
O máximo permitido para imagens é de 400px de largura.
Responder
fap22
Capitão
Capitão
Mensagens: 526
Registado: segunda nov 19, 2007 12:00 am

Greve de pilotos força Lufthansa a cancelar quase mil voos..

Mensagem por fap22 » quarta jul 23, 2008 11:33 am

companhia aérea alemã Lufthansa cancelou 990 voos domésticos hoje e na quarta-feira, devido a uma greve dos pilotos das suas participadas regionais, a Eurowings e a Cityline, para reivindicar aumentos salariais.

A greve, convocada em cima da hora pelo Cockpit, Sindicato dos Pilotos Alemães, começou às 12H00 de hoje (11H0 de Lisboa) e terminará às 24H00 de quarta-feira (23H00 de Lisboa).

Segundo um porta-voz da Lufthansa, serão cancelados hoje 465 dos 625 voos da Eurowings e da Cityline agendados, e na quarta-feira 525 dos 625 voos que também estavam previstos.

Além disso, deverá também haver atrasos praticamente em todos os aeroportos alemães nos voos que continuam previstos, advertiu a mesma fonte.

A Lufthansa já avisou os seus clientes de que podem anular gratuitamente os voos reservados, ou receber bilhetes parta viagens de comboio.

As negociações com os pilotos da Eurowings e da Cityline, que exigem equiparação salarial aos pilotos da Lufthansa, entraram num impasse.

Há duas semanas, uma greve dos pilotos destas duas companhias já obrigou a Lufthansa a anular 600 voos domésticos na Alemanha.

A partir da próxima semana, em pleno período de férias de Verão, a Lufthansa pode também estar abraços com uma greve do pessoal de terra e do pessoal de cabine dos aviões, que também exigem melhores salários.

A votação para decidir se haverá ou não greve, promovida pelo sindicato ver.di, que representa a quase totalidade dos 52 mil trabalhadores destas áreas, começou há uma semana, e deverá estar concluída até à próxima sexta-feira.

rtp


Responder